dicasparadesigner1

Dicas para designers: Fase inicial (Parte 1 de 2)

Bom dia, amigos. A postagem de hoje foi criada especialmente para os designers que estão começando a carreira. Ela será dividida em duas partes, sendo a primeira hoje e a continuação na próxima sexta feira.
Nesta primeira parte, como já citamos acima, é para o designer que acaba de iniciar a carreira, então são dicas básicas:

1 – Descanse bem
É muito comum o designer varar a madrugada trabalhando, principalmente quando está com um JOB atrasado ou quando pega um “freela” para fazer. Na maioria dos casos, ele precisa acordar cedo no outro dia para trabalhar e passa o dia inteiro com sono. Nossa dica é: Durma pelo menos 6 horas por dia. Quando estamos com sono e cansados rendemos bem abaixo do esperado, ficamos impacientes e perdemos a concentração.

2 – Seja um profissional comprometido
Trabalhando registrado ou por conta própria o designer deve ser comprometido com o trabalho. Chegar atrasado na empresa, com o cabelo desarrumado, com roupas amassadas e sem vontade de trabalhar, tudo isso apenas desgasta sua imagem perante seu superior. A mesma coisa vale para os designers que trabalham por contra própria. O cliente espera um profissional dedicado, com soluções para os problemas que ele tem, com criatividade, simpático e educado. Não prometa prazos que não pode cumprir, não tente enrolar o cliente achando que ele não perceberá, pois fazendo isso, você perde credibilidade no mercado. Lembre-se que os clientes conversam entre eles e se você não apresentar um bom serviço, pode se prejudicar com futuros clientes. O “boca a boca” é terrível!

3 – Busque inspirações

Quando seu estoque de idéias estiver esgotado, não fique na mesmice. Procure soluções para falta de criatividade. Apresente mais que uma opção para o cliente, busque referência sobre o tema solicitado, tente surpreender seu cliente.

4- Cobre valores justos

No caso do designer que trabalha como freelancer, não adianta querer “enfiar a faca” no cliente achando que ele não saberá que você cobrou um valor muito alto. Mas também não adianta pagar para trabalhar, apenas para não ficar sem trabalho. Analise cuidadosamente os custos de materiais e o tempo que o trabalho vai exigir. Feito isso, passe um orçamento justo para você e para o cliente. Em outras palavras você deve valorizar o seu trabalho, mas não deve ser injusto com o cliente. Consultar amigos designers nessa hora é uma boa!

5-Trabalhe com prazos pessoais

Depois que forem definidos os prazos com seu superior ou com seu cliente, defina seus próprios prazos. Se você tem 7 dias para entregar o JOB, tente terminar em 5 dias, por exemplo. Se tem quatro horas, tente fazer em duas horas. Desafiar-se é sempre bom, faz você evoluir profissionalmente e evita que fique tudo para última hora. Lembre-se, é melhor surpreender do que decepcionar!

6 – Valorize seu trabalho

Um designer que não confia no seu trabalho, é um profissional inseguro! Confie no seu taco, acredite no seu potencial, se você não fizer isso, ninguém fará por você! Lembrando que um profissional inseguro dificilmente convencerá o cliente.

7 – Humildade cabe em todo lugar

Não é porque você estudou nas melhores faculdades que você é o melhor de todos. Mantenha a humildade sempre, leia bastante e procure aprender com outros designers. A vida é uma eterna escola e precisamos estar dispostos a aprender sempre!

Não perca a segunda parte da postagem na próxima sexta-feira!

Equipe Futura Imbatível
www.futuraimbativel.com

3 comentários em “Dicas para designers: Fase inicial (Parte 1 de 2)

  1. Amigos, vocês poderiam nos dar umas dicas de como agir quando o cliente envia uma imagem do google para colocar em suas artes e também pautar neste post que programas e como usar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *